Notícias

Malware para Android permite que hackers invadam seu celular e seu roteador

Pesquisadores da empresa de segurança eletrônica Kaspersky revelaram recentemente a descoberta de um novo malware para Android. O "vírus" é capaz de acessar o roteador da vítima e comprometer seu acesso à internet usando um celular contaminado e conectado ao Wi-Fi.
Chamado de "Switcher", o malware tem sido usado em ataques de larga escala conhecidos como DDoS. Uma vez instalado no seu celular, esse programa pode usá-lo para se conectar ao Wi-Fi da sua casa, por exemplo, e através dele tomar posse das configurações do seu roteador de internet sem fio.
Assim que os hackers têm acesso ao seu roteador, eles podem manipular as configurações de DNS do aparelho para fazer com que o usuário seja sempre redirecionado a páginas maliciosas quando quiser tentar acessar qualquer site na web. Em outros casos, o seu roteador pode até ser explorado por uma botnet em um potencial ataque DDoS.
Atualmente, o Switcher tem sido distribuído como um "trojan" - isto é, um app para Android disfarçado de outro. Assim que a vítima instala o malware no seu celular, ele começa a atacar o sistema de segurança do seu roteador usando um código de JavaScript que tenta fazer login no administrador do Wi-Fi com uma série de senhas padronizadas.
O que fazer
Os pesquisadores alertam aos usuários de Android para que evitem baixar aplicativos de outras fontes que não sejam o Google Play. Embora nem todo app de fonte externa seja um vírus, os riscos são bem maiores nesses casos.
Além disso, outra dica de segurança importante é alterar as permissões de acesso às configurações do seu roteador Wi-Fi. Senhas e logins padrões, como "admin", costumam ser alvos fáceis para cibercriminosos, e especialmente para trojans como o Switcher.

____________________________________

Ataque a servidor de DNS faz usuários acreditarem que o Google foi hackeado

Diversos usuários brasileiros foram às redes sociais nesta terça-feira, 3, denunciar um suposto ataque hacker ao Google. De acordo com relatos publicados no Twitter e no Facebook, o maior site de buscas do mundo - e uma das maiores empresas de tecnologia do planeta - teve seus sistemas comprometidos por um ataque conhecido como "defacing".
Ao digitar google.com.br, via-se a imagem do que parecia a cena de uma animação japonesa seguida da mensagem "esse é um ótimo momento para morrer", acompanhado de uma assinatura: Kuroi'SH, o suposto autor do ataque. O texto ainda dizia "dois Google de uma vez" e "recorde mundial". Aparentemente, apenas os brasileiros viram o tal ataque.


Se você tem uma conta em algum serviço do Google, porém, não precisa se preocupar: a empresa não foi realmente hackeada. Em nota enviada ao Olhar Digital, a assessoria de imprensa da gigante explicou o que aconteceu. De fato foi um ataque hacker, mas que não chegou nem perto do sistema do Google.
Segundo a empresa, o que aconteceu foi um ataque à empresa que gerencia os servidores de DNS usados pelo Google para manter seu domínio no Brasil. Um servidor de DNS nada mais é do que o responsável por localizar e trazer ao seu computador um endereço de IP buscado, e pode servir para acessar centenas de sites diferentes.
O que aconteceu, portanto, foi um ataque à empresa contratada pelo Google para direcionar os usuários brasileiros ao domínio "google.com". O que os hackers fizeram foi invadir o sistema de um desses servidores e redirecionaram os usuários que queriam acessar google.com.br para uma outra página, onde estava a tal mensagem maliciosa.
"O Google não é responsável pelos servidores de DNS afetados, por isso notificou os administradores, que corrigiram o problema em 30 minutos", disse a companhia. A situação já voltou ao normal, e como o próprio Google alerta, nenhum sistema, banco de dados ou informação sigilosa dos usuários foram comprometidos.

_________________________________________

'Nenhum computador está seguro', diz presidente dos EUA

Durante sua festa de Ano-Novo na Flórida, nos Estados Unidos, Donald Trump aproveitou um momento para falar sobre segurança digital. De acordo com o The Verge, o recém eleito presidente dos Estados Unidos disse o seguinte: "Nenhum computador do mundo está segundo. Eu não me importo com o que disserem".
Como alternativa, o governador de um dos países mais poderosos do mundo sugeriu fazer as coisas "da maneira antiga". "Sabe, se você tiver alguma coisa muito importante [para comunicar], escreva à mão e peça para alguém entregar a mensagem."
A atitude de Trump de temer e ser avesso a tecnologia não é nova. Durante sua campanha, o candidato chegou a prometer que, caso eleito, falaria com Bill Gates sobre a possibilidade de "fechar essa internet", e também opinou recentemente que "computadores complicam muito as nossas vidas".
Se as pessoas soubessem o que aconteceu
Essa não foi a única mensagem de Trump sobre segurança virtual. Na mesma ocasião, o novo presidente dos EUA também aproveitou para falar sobre o fato de a eleição na qual ele foi eleito ter sido influenciada por hackers russos - algo que tanto a CIA quanto o FBI já afirmaram ser verdade.
Trump disse que "sabia muito sobre hackear", e que "isso era algo muito difícil de se provar, então podia ter sido outra pessoa [que hackeou as eleições]". Ele afirmou que tinha um encontro marcado com oficiais de inteligência dos EUA nesta semana, e que discutiria a questão com eles durante essa oportunidade.
Em seguida, ele afirmou também que sabia de "coisas das quais outras pessoas não sabem", e que revelaria elas durante esta semana, na terça ou quarta-feira. O presidente não deu mais indicações sobre quais eram essas informações, ou do motivo pelo qual ele não as divulgaria imediatamente.

________________________________________

Documento vazado por Snowden pode provar que eleição dos EUA foi hackeada

Depois de um polêmico relatório da CIA vazar na internet indicando que o empresário Donald Trump foi ajudado por hackers russos durante a disputa eleitoral contra Hillary Clinton, dúvidas sobre a legitimidade do processo eleitoral norte-americano começaram a aparecer aos montes. Até mesmo o presidente em exercício, Barack Obama, se pronunciou sobre o caso e expulsou 35 diplomatas russos do país.
Antes de mais nada, é importante lembrar que as acusações de hacking não envolvem a manipulação dos resultados das urnas. Ao invés disso, os cibercriminosos conseguiram acesso aos computadores dos dois partidos, mas divulgaram somente os documentos confidenciais ligados ao de Hillary no WikiLeaks. Dessa forma, Trump teria sido “protegido” pelos invasores, enquanto a democrata foi prejudicada.
Mesmo assim, muita gente ainda acredita que esse fato não é nada mais do que uma ideia mirabolante de opositores do candidato republicano escolhido vencedor nas urnas. Agora, um novo documento vazado na internet pode provar de uma vez por todas que as eleições foram, de fato, fraudadas. E por hackers russos.
O documento divulgado no The Intercept prova que a Agência Nacional de Segurança (NSA) – o principal departamento do país acusado por Snowden de vigiar pessoas do mundo das mais variadas formas – teria total capacidade para identificar quem foram os autores do ataque.
Isso pois esse tipo de investigação já teria sido realizado anteriormente. Mais precisamente no caso do assassinato da jornalista russa Anna Politkovskaya, em 2006. A repórter foi morta com cinco tiros na época em que investigava um caso de abuso de poder das autoridades russas durante a Segunda Guerra Mundial.
Na ocasião, a NSA foi capaz de descobrir até mesmo a conta de e-mail da jornalista e fazer o caminho de volta do ataque cibernético até a inteligência russa, provando que o órgão poderia estar por trás do ocorrido.
Via Engadget

_______________________________________

11 truques escondidos no buscador do Google que você pode conferir agora mesmo

A enorme equipe de desenvolvedores e engenheiros por trás do sistema de buscas do Google não está ali só para garantir que você encontre o resultado ideal para as suas pesquisas na internet. O buscador também esconde alguns segredos e brincadeiras que só aparecem para quem digita os termos corretos.
É o caso destes 11 "Easter eggs" - expressão em inglês que significa "ovo de Páscoa", mas que é normalmente usada para descrever itens escondidos como um chiste dentro de filmes, jogos ou outros produtos. Digite os termos destacados na lista abaixo na barra de pesquisas do Google e prepare-se para ser surpreendido.
1 - Está a fim de jogar Paciência no PC? Digite "solitaire" no Google e jogue o popular game de cartas diretamente do navegador.
2 - O mesmo vale se você quiser jogar uma partida do famoso "jogo da velha". Basta pesquisar por esse exato termo no Google.
3 - Alguns Easter eggs estão apenas em inglês, como o termo "askew" (que significa "torto"). Se você pesquisar pela palavra em inglês, verá que os resultados aparecem levemente inclinados na tela.
4 - Precisa do resultado de um cálculo simples e não é muito bom em contas de cabeça? Experimente usar a calculadora do Google. Pesquise qualquer conta que você quiser, como "1875+567", por exemplo, pressione Enter no teclado e veja a resposta.
5 - Um anagrama é uma palavra que, com as letras trocadas em ordem diferente da original, dá origem a uma palavra nova e com outro sentido. Experimente pesquisar "anagrama" no Google: o site pergunta se você quis dizer "ama angra", que é exatamente um anagrama da palavra "anagrama".
6 - Esta é para as crianças, pais com filhos pequenos ou apenas curiosos: pergunte ao Google que som um animal faz. Pesquisar "que som faz o cachoro" mostra, além do tradicional latido, uma sequência de áudios de outras espécies, de alces a elefantes, tigres e até ovelhas, disponíveis diretamente no Google.
7 - Se você é fã das histórias de Douglas Adams em "O Guia do Mochileiro das Galáxias", experimente perguntar ao Google "a resposta para a vida, o universo e tudo mais". O resultado, se você é fã dos livros, já deve imaginar qual é.
8 - Há muitos fãs de games na equipe do Google, como indica este Easter egg do Super Mario. Se você pesquisar por "Super Mario Bros.", verá um bloco com um ponto de interrogação no canto direito da tela. Clique nele para uma pequena surpresa.
9 - Outro segredo específico para fãs de games é inspirado em "Star Fox 64", clássico do Nintendo 64. Digite no buscador e pesquise pelo termo "do a barrel roll", o já conhecido comando para girar a nave de Fox McLoud no game da Nintendo ao redor do próprio eixo, e veja o Google fazer o mesmo.
10 - Dá até para jogar "Pac-Man" diretamente do Google. Procure pelo termo "pacman" no buscador e jogue novamente a tela criada pela empresa para comemorar o aniversário da franquia em 2010.
11 - Outro clássico disponível dentro do Google é "Breakout", velho conhecido entre os que tiveram um console da Atari. Pesquise "atari breakout" no Google Imagens e veja a tela de resultados se transformar numa tela do game.

____________________________________

Novo golpe no WhatsApp pode roubar dados bancários dos usuários

É preciso sempre estar alerta com possíveis ataques criados por hackers em serviços de mensagens como o WhatsApp. Um novo golpe, por exemplo, está roubando dados pessoais de usuários do aplicativo usando um vírus que é enviado em mensagens no app.
Além de dados pessoais, o ataque também pode deixar vulneráveis dados bancários, códigos PIN e credenciais de acesso dos internautas.
Os primeiros incidentes foram registrados na Índia. Por lá, os usuários recebem mensagens que usam nomes de organizações governamentais do país asiático como a National Defense Academy (NDA) e a National Investigation Agency (NIA). Os arquivos chamam-se “8th-toughest-College-in-the-world-to-get-into.xls" e "NIA-selection-order-.xls” e se passam por planilhas de Excel.
Por enquanto ainda não há registros de ataques em solo brasileiro, mas é preciso ficar ligado já que hackers podem trocar os nomes dos arquivos para tentar infectar smartphones por aqui. 
Via IBTimes

_____________________________________

Inteligência artificial chega às escovas de dente

A inteligência artificial chegou às escovas de dente. Nesta semana, a Kolibree, uma das primeiras empresas a lançar escovas de dente inteligentes, apresentou uma versão aprimorada de seus produtos. Dessa vez, o destaque é a Ara, escova que conta com a inteligência artificial para aprender os hábitos de escovação do usuário de torna-los ainda melhores.
"O algoritmo de aprendizagem profunda patenteado é incorporado diretamente à escova de dentes em um processador de baixa potência", explica a empresa. Isso significa que não é preciso usar um smartphone ao escovar os dentes para obter as informações e armazená-las. Todos os dados são gravados nos sensores de movimento e sincronizados da próxima vez que a escova for conectada.
A inteligência artificial, por sua vez, oferece um feedback ao usuário, incluindo até um relatório mensal de escovação, enviado por e-mail. Veja como funciona:

___________________________________

Site de Michel Temer é invadido por hackers

O ano de 2016 não terminou bem para o presidente Michel Temer. Um site sobre o político, mantido pelo partido PMDB, foi invadido por hackers na manhã do último sábado, 31, que publicaram mensagens de ataques políticos.
As mensagens publicadas eram contra políticos em geral, incluindo sobre pena de morte contra congressistas. “Eu quero pena de morte pra quem está no congresso, vocês que deveriam responder por crime hediondo", diz o texto na página invadida.
"Antes de me chamar de esquerda ou direita, eu quero é que se dane a direita, meio e a esquerda! Danem-se os partidos", acrescenta a mensagem deixada pelos invasores.
A página, que contém informações sobre a trajetória do atual presidente e notícias sobre o seu dia a dia, ficou fora do ar por alguns momentos e já voltou a funcionar normalmente. O PMDB afirma que tomará as providências necessárias para encontrar e punir os responsáveis pela invasão.
Via G1

____________________________________

Samsung diz finalmente saber a causa das explosões do Galaxy Note 7

O ano de 2016 não foi fácil para a Samsung. As explosões e acidentes envolvendo o Galaxy Note 7 chocaram o mundo todo, e, para piorar, não havia uma explicação clara do que estava acontecendo e por que aquilo ocorria. Só agora a empresa informou que encontrou o que causou os ocorridos no smartphone e se planeja para divulgar no final deste mês.
De acordo com a imprensa coreana, a Samsung concluiu suas pesquisas para descobrir o que causou os acidentes no Galaxy Note 7. Apesar de anteriormente já ter informado que as explosões poderiam ocorrer por uma combinação de fatores que causavam a combustão espontânea, a empresa tem agora os detalhes da falha.
Na época em que as explosões estavam acontecendo, começaram a surgir os relatos de que os engenheiros da companhia não eram capazes de replicar o problema internamente para fazer o celular explodir. Isso atrapalhava bastante as investigações, já que mostrava que a empresa não tinha uma ideia do que estava errado para que estes casos ocorressem.
O anúncio de que uma explicação já é conhecida é importantíssimo para as ambições da Samsung em 2017. Afinal de contas, o Galaxy S8 deve ser apresentado nos próximos meses (provavelmente em março), e a empresa precisa deixar muito claro que sabe o que aconteceu de errado para que isso não se repita com o seu outro top de linha. Vale lembrar que a empresa já disse saber como corrigir o problema com o primeiro recall que apenas trocou as baterias do celular, mas a medida acabou não funcionando e os casos de explosão continuaram aparecendo.
A Samsung parou a produção do aparelho e em novembro publicou uma série de pedidos de desculpas nos principais jornais do mundo topo. Alguns analistas e investidores comentaram que prestar as informações sobre a falha é um passo importante para a marca se reerguer e, em especial, nesse momento em que a empresa pode apresentar um novo modelo de smartphone.
Possível explicação?
Enquanto a Samsung não se manifesta, outras empresas tentam analisar o ocorrido. Foi o caso da fabricante de eletrônicos Instrumental, que realizou uma avaliação independente da situação e deu um parecer.
A bateria do Note 7, como a de outros smartphones, é composta por uma camada positiva de óxido de lítio cobalto, uma camada negativa feita de grafite e duas camadas separadoras banhadas em eletrólito feitas de polímero. Essas camadas separadoras permitem que íons (e energia) flutuem de um lado para o outro sem permitir que as camadas positiva e negativa se toquem.
A Instrumental explica que o design do Note 7 pode ter comprimido a camada separadora. "Se essas camadas positiva e negativa se tocarem, a energia flutuando vai direto para o eletrólito, aquecendo-o, o que gera mais energia e mais calor", diz a empresa. "Tipicamente, isso resulta em uma explosão."
Ainda segundo a Instrumental, pressões simples do dia a dia, como a ondulação mecânica normal da bateria, o estresse acumulado pela tampa traseira e até deixar o celular no bolso da calça podem comprimir a bateria além do limite. A Samsung, até agora, não confirmou ou negou essa explicação, mas talvez a confirme neste mês.
________________________________________________________________

SpaceX descobre causa da explosão do seu foguete e já prepara novo lançamento

Depois de investigar as causas da explosão de seu foguete em setembro, a SpaceX já está se preparando para um novo lançamento.
Segundo um comunicado da empresa, a explosão inesperada do primeiro lançamento aconteceu por conta de um acúmulo de oxigênio no forro de alumínio que afetou a pressão dos componentes. A equipe afirma que já desenvolveu uma solução para evitar a falha novamente e marcou o segundo lançamento para o próximo domingo, dia 8.
A conclusão vem depois de uma investigação que incluiu especialistas da NASA, FAA, Força Aérea dos Estados Unidos e National Transportation Safety Board que analisaram mais de 93 milissegundos de filmagens para descobriu o que deu errado.
Via Fortune

__________________________________

NASA apresenta conceito de casas em Marte

A NASA apresentou um modelo de conceito para casas no planeta Marte. O projeto foi executado por especialistas do ‘Langley Research Center’, da agência espacial, em conjunto com designers e arquitetos e foi chamado de ‘Mars ice home’. Como o nome indica, a estrutura da habitação é feita de gelo.
A casa é pensada especialmente para abrigar os astronautas que visitam o planeta e precisam passar algumas semanas em sua superfície. Kevin Vipavetz, engenheiro envolvido no projeto, disse que a equipe avaliou muitas ideias loucas após discussões para identificar as necessidades e restrições de uma habitação em Marte, mas que a “casa de gelo” oferecia as condições consideradas ideais.
Reprodução
Pelas imagens, a casa lembra uma grande cápsula, que pode ser inflada e cheia com água que se torna gelo. Segundo a agência, essa técnica protege do calor excessivo no planeta e dos raios de radiação.
A pesquisadora Sheila Ann Thibeault revelou que foi um grande desafio encontrar um material que fornecesse todas as proteções, ela disse ainda que os materiais que compõem o ‘Mars ice home’ precisam aguentar anos de uso e ser resistente aos raios, partículas carregadas e tempestades de areia. Vale lembrar que a “casa de gelo” é só mais um dos projetos da NASA para a verificação de possibilidade de sobrevivência em Marte.
Via ABC

__________________________________

Qualcomm confirma lançamento do Snapdragon 835 para esta semana

A Qualcomm confirmou, através da sua página no Twitter, de que vai lançar o processador Snapdragon 835 durante a CES 2017, que começa na próxima quinta-feira, 5, e termina no domingo, 8.
Em novembro a empresa já tinha pré-anunciado algumas especificações gerais do 835, como a melhoria de 27% no desempenho e até 40% menos consumo de energia em comparação com a versão anterior. Além disso, o aumento de 30% na eficiência também permite telefones mais finos e mais espaço para outros componentes.
As novas informações do chip de 10 nm são de que ele virá equipado com a tecnologia Quick Charge 4, o que permite de fornecer à bateria cinco horas de autonomia com apenas cinco minutos de carregamento. A Qualcomm alega que os smartphones que contarem com o chip poderão carregar de 0% a 50% em apenas 15 minutos, o que pode ser muito vantajoso para as fabricantes.
Já o os núcleos de CPU Kryo 280 promete um impulso de 20% no desempenho para VR, no tempo de carregamento de aplicativos e navegação na web quando comparado com o Snapdragon 820. A GPU Adreno 540 tem suporte para monitores 4K, com renderização de gráficos 25% mais rápida.

________________________________

'Computadores complicaram muito as nossas vidas', diz novo presidente dos EUA

Donald Trump, o novo presidente dos Estados Unidos (ele toma posse em 20 de janeiro), já deixou claro em algumas de suas declarações que não é muito afeito à tecnologia. Quando ainda era pré-candidato, disse que o país deveria "falar com Bill Gates" para dar um jeito de "fechar essa internet".
Em outra ocasião, Trump duvidou que o FBI conseguiria pesquisar 650 mil e-mails em questão de dias, como fizeram ao investigar Hilary Clinton durante as eleições. O então candidato Republicano foi corrigido no Twitter por Edward Snowden, que explicou em menos de 140 caracteres como fazer isso em questão de horas.
Nesta semana, o presidente eleito voltou a criticar a era da informação. Questionado por jornalistas se pretende adotar novas sanções contra a Rússia após a acusação de hackers tentarem interferir nas eleições americanas, Trump disse que o país deve "seguir em frente com as nossas vidas".
"Eu acho que os computadores complicaram muito as nossas vidas. Toda a era dos computadores fez com que ninguém saiba direito o que está acontecendo. Temos velocidade, temos várias coisas, mas não estou certo de que nós tenhamos o tipo de segurança que precisamos", declarou o novo presidente dos EUA.
Apesar dessa declaração, Trump é bem ativo na internet e em redes sociais como o Twitter. Durante a campanha eleitoral norte-americana, o site Gizmodo chegou a levantar a hipótese (que viralizou entre seus opositores) de que o Republicano jamais havia usado um computador. A reportagem original do site ainda diz que Trump não é quem escreve seus próprios posts no Twitter.
Seja como for, o novo presidente dos EUA já chegou a organizar um encontro em seu escritório em Nova York com diversos líderes da indústria da tecnologia recentemente. Participaram da reunião nomes como Tim Cook, CEO da Apple; Elon Musk, da Tesla e SpaceX; e Travis Kalanick, fundador da Uber; entre outros.
Via Gizmodo
_______________________________________________________

Apple está sendo processada por acidente fatal de carro; entenda

A Apple está sendo processada por um acidente de carro fatal em que um motorista acabou se distraindo enquanto usava o FaceTime. Os autores da ação afirmam que a empresa possui a patente de uma tecnologia que poderia ter impedido o motorista de usar o aplicativo.
O acidente aconteceu na véspera do Natal em 2014 e no carro estavam Bethany e James Modisette, e suas duas filhas - Isabella e Moriah. O veículo se chocou a mais de 100 km/h em um outro carro que estava parado; a família sofreu ferimentos graves e Moriah faleceu.
Os arquivos do tribunal apontam para uma patente que a Apple solicitou em 2008 (e foi concedida em 2014) que "bloqueia a capacidade dos motoristas de usar o aplicativo 'FaceTime' no iPhone da Apple, enquanto estiverem dirigindo”.
O caso alega que ao não incorporar esta patente, a Apple contribuiu para a morte de Moriah e as lesões do resto da família.
________________________________________________________

Mesmo com bloqueio da Nintendo, 'Pokémon Prism' vaza na internet



Na semana passada, a Nintendo bloqueou o jogo de fãs “Pokémon Prism” quatro dias antes do lançamento, que estava marcado originalmente para 25 de dezembro. No entanto, o bloqueio não durou muito tempo: um grupo anônimo de hacker vazou o game na internet.
O título foi liberado no 4chan junto com um arquivo de texto dos responsáveis pelo vazamento. Eles afirmam que não têm nenhum tipo de ligação com os criadores do jogo, que conseguiram os arquivos porque “um desenvolvedor foi descuidado” e que querem “ver hacks de ROMs terem sucesso”.
“Independentemente dos direitos legais da Nintendo, acreditamos que eles estão destruindo o trabalho duro dos fãs sem motivo e sem nenhum ganho. A Nintendo poderia ter usado este (e qualquer outro hack de ROM) como uma oportunidade de promover a série Pokémon de forma geral. Eles sequer precisam fazer alguma coisa além de deixar os jogos viverem”, afirma o texto.
Este é o segundo projeto vetado pela empresa. Alguns meses antes, a Nintendo também mandou tirar do ar o “Pokémon Uranium”, que levou nove anos para ficar pronto e já tinha mais de 1,5 milhão de downloads quando a companhia entrou com uma ação legal.
Via Ubergizmo
__________________________________________________

Temer sanciona lei que cobra impostos de Netflix e Spotify

Aprovado no começo de dezembro pelo Senado, uma alteração sobre o sistema de cobrança do Imposto sobre Serviços de qualquer natureza (ISS) foi sancionada nesta sexta-feira, 30, pelo presidente da República, Michel Temer. A lei, entre outras mudanças, passa a cobrar impostos de serviços de streaming, como Netflix e Spotify.
Segundo a publicação feita nesta sexta no Diário Oficial da União, estão sujeitos a cobrança "a disponibilização, sem cessão definitiva, de conteúdos de áudio, vídeo, imagem e texto por meio da Internet". A lei impacta outros serviços pagos, como o Apple Music, Google Play Música, Amazon Prime Video e muitos outros, além de apps e jogos pagos fornecidos por download.
O ISS teve sua alíquota mínima fixada em 2%. Não se sabe ainda se a tributação será repassada aos clientes dos serviços de streaming, mas, como a arrecadação desse imposto é municipal, o percentual a ser cobrado pode ser maior, dependendo da cidade. Isso significa que há a possibilidade de que Spotify, Netflix e similares tenham um preço em São Paulo e outro em Salvador, por exemplo.
Temer chegou a vetar alguns trechos da lei, como a determinação sobre o domicílio do tomador de serviços em alguns casos. No que diz respeito ao imposto sobre streaming, nada foi alterado no texto aprovado por 63 senadores há duas semanas. A lei começa a valer em março de 2017.

__________________________________

Obama expulsa 35 diplomatas russos por ataque que 'hackeou eleições' dos EUA


As relações já ruins entre Estados Unidos e Rússia pioraram, dando o pontapé inicial a uma ciberguerra. O presidente Barack Obama anunciou várias sanções aos russos após a conclusão de que hackers patrocinados pelo governo de Vladimir Putin realizaram ataques com o objetivo de influenciar as eleições e colocar Donald Trump como o próximo presidente dos EUA.

Além das sanções, que incluem a expulsão de 35 diplomatas russos do país e punições a cinco organizações e seis indivíduos, Obama também deve dar início a ações secretas utilizando técnicas cibernéticas; o que seria o princípio de uma ciberguerra, como relata o Washington Post.
FBI e CIA chegaram à conclusão, após intensa investigação, de que o governo russo realmente foi responsável pelo ataque ao Partido Democrata dos EUA. Os documentos a que os hackers tiveram acesso permitiram sujar a campanha de Hillary Clinton, favorecendo Trump, que defende políticas muito mais compatíveis com os desejos de Putin. Existe a suspeita de que o Partido Republicano também tenha sido hackeado, mas os dados vazados não foram divulgados justamente para proteger a candidatura de Trump.
Resta saber se haverá algum efeito de longo prazo para as ações de Obama. Afinal de contas, o atual presidente deixa seu cargo no dia 20 de janeiro para ceder sua cadeira a Trump, beneficiado com toda essa história. É possível que todas as ações contra a Rússia sejam suspensas a partir de então.

___________________________________

Bracelete inteligente indica qual é o momento certo para engravidar


A empresa suíça Ava está se preparando para lançar na Europa um bracelete inteligente que promete ajudar mulheres a descobrirem qual é o seu melhor período fértil para engravidar. O dispositivo contou com um financiamento coletivo que arrecadou cerca de 9,3 milhões de euros para sua produção.
O bracelete analisará os traços fisiológicos da mulher que o usar todas as noites e vai combinar essas informações com outros dados para avaliar as condições a alterações hormonais. O dispositivo será controlado por um aplicativo de smartphone que vai exibir tudo que for relatado.
Reprodução
Entre os dados que o bracelete levará em consideração estão a temperatura do corpo e a frequência cardíaca, além de tempo e qualidade do sono e, é claro, o ciclo menstrual da mulher. O dispositivo deve chegar ao mercado por 249 euros, equivalente a cerca de R$ 850.